IMPORTA FÁCIL: guia completo para utilizar essa ferramenta dos Correios

Tempo de leitura: 5 minutos

Importa Fácil dos Correios é uma solução logística para todos os brasileiros, que desejam importar diversos produtos de vários países.

Sendo para uso próprio ou com objetivo da comercialização dos importados.

Neste artigo, vou explicar como funciona esse sistema de importação e como utilizá-lo. Você verá como é simples importar e até trabalhar com a revenda dos importados.

Importa Fácil dos Correios - Importações para todos

O valor máximo a ser importado pelo Importa Fácil não pode ultrapassar o valor aduaneiro (VA) de US$ 3,000.00 (três mil dólares americanos) ou equivalente a outra moeda estrangeira.

Valor aduaneiro é a soma do valor do produto mais o custo do transporte e do seguro relativo a esse transporte, se houver. 

Os Correios não estão autorizados a efetuarem a nacionalização de mercadorias que possuem algum tipo de controle prévio por órgãos anuentes brasileiros (ANVISA, INMETRO, IBAMA, etc), exceto para as importações do serviço Importa Fácil Ciência.

 

Quem pode utilizar o Importa Fácil?

Pessoas físicas 

Valor aduaneiro acima de US$ 500.00 (quinhentos dólares americanos) e até US$ 3,000.00 (três mil dólares americanos) ou em moeda estrangeira equivalente.

Importações com valores abaixo de US$ 500.00 (dólares americanos), destinadas às pessoas físicas, não se enquadram no sistema Importa Fácil.

Nesse caso poderá importar pelo modelo simplificado de importação, utilizando os serviços postais ou as empresas de transporte expresso (Courier). Exemplos: Fedex, TNT Express, DHL, etc. Saiba mais aqui!

Para pessoas físicas é proibida a importação que se caracterize comércio, conforme a Portaria SECEX (Secretaria de Comércio Exterior), nº. 23/2011.

Pessoas jurídicas 

Qualquer valor aduaneiro até US$ 3,000.00 (três mil dólares americanos) ou equivalente a outra moeda estrangeira. Com autorização para comercializar os produtos importados.

 

Procedimentos para o envio das encomendas

Uma das orientações básicas é que a postagem precisa ser feita no país de origem através da administração postal oficial, por uma modalidade que seja distribuída no Brasil pelos Correios.

Caso um exportador de qualquer país opte por enviar o produto por uma modalidade de serviço postal que a importação não chegue diretamente para os Correios brasileiros, não será possível utilizar o Importa Fácil dos Correios.

Veja os Correspondentes Postais Internacionais!

Recomenda-se contratar uma modalidade de envio que forneça código de rastreio e seguro

Fique atento à modalidade contratada no momento em que estiver efetuando sua compra.

Alguns tipos de envios postais não contemplam o seguro, não possuem rastreamento das encomendas ou possuem uma rastreabilidade limitada.

Certifique-se que os produtos importados poderão ser recebidos pelos Correios brasileiro.

Consulte a Lista brasileira de restrições de objeto!

O serviço postal deverá ser pago no país de origem. 

Peça para o exportador colocar a fatura comercial do lado de fora do pacote (caixa).

O remetente no exterior deverá enviar a encomenda endereçada para o Importa Fácil.

Para que os objetos sejam aceitos e nacionalizados, as dimensões e os pesos dos mesmos devem atender as seguintes condições:

1. A maior dimensão deve ter até 1,50 m;

2. A soma do perímetro (largura+largura+altura+altura+comprimento) deve ser menor ou igual a 3,00 m;

3. Com peso máximo até 30 kg (trinta quilos), sendo que vai variar o limite de acordo com a modalidade postal contratada.

As três condições precisam ser atendidas. Caso uma delas esteja fora, o objeto será devolvido ao país de origem.

Restrições para alguns produtos

Não é permitido o transporte por Via Postal de produtos:

– Que demandem de temperatura controlada;
– Perecíveis;
– Que ofereçam riscos à integridade física dos operadores postais no manuseio e armazenagem;
– Destinados à pesquisa clínica;
– Dispostos na Portaria n.º 344 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA.

Importação de brinquedos: somente é permitido para pessoa física, desde que não configure atividade de comércio.

No caso de pessoa jurídica será necessário da autorização do INMETRO, ou seja, licenciamento prévio.

Importação de fumos e bebidas: não são efetuados os desembaraços alfandegários, pois necessita de licenciamento prévio.

Veja aqui a lista dos objetos proibidos!

 

Recebendo suas importações

Como importar utilizando o Importa Fácil dos Correios

As encomendas são recebidas pelos Correios e direcionadas para o serviço Importa Fácil, onde são realizados os trâmites do despacho aduaneiro.

O importador será notificado e terá o prazo máximo de 2 (dois) dias úteis para efetuar o pagamento do valor dos tributos e taxas de serviços.

Confirmado o pagamento, os Correios prosseguirão com a nacionalização e entrega da importação conforme a modalidade contratada no correio de origem.

Tributos Cobrados pelo Serviço do Importa Fácil

Tributo: alíquota de 60% de (II) Imposto de importação (sobre o valor aduaneiro) + ICMS do estado onde vai ser entregue a mercadoria. 

O ICMS varia de acordo com o estado e fica entre 17% à 19%.

Taxa de despacho aduaneiro dos Correios: (R$ 150,00) por remessa.

Como importar de tudo!

*Importações até 50 Dólares Paga-se Impostos? Conheça as Regras!

*Importações até 500 Dólares Americanos | Entenda como Funciona!

*Se cadastre no Importa Fácil / Auto atendimento 

*Manual de cadastramento do Importa Fácil

*Orientações aos consumidores em suas importações – Correios/Senacon

 Faça bom uso dessas informações!

Não esqueça de compartilhar e qualquer dúvida utilize os comentários.

Um forte abraço e ótimas importações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *